Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando Agora:

LE SSERAFIM cancela agenda e novas acusações contra Kim Garam

À medida que a controvérsia sobre as alegações de violência escolar contra Kim Garam continua a crescer, LE SSERAFIM cancelou toda a sua programação para o dia.

Atenção: menção de tentativa de suicídio.

Na manhã de 20 de maio, a Source Music anunciou oficialmente que todas as atividades programadas do LE SSERAFIM para aquele dia – incluindo sua aparição no “ Music Bank ” da KBS 2TV – haviam sido canceladas.

A declaração completa da agência é a seguinte:

Olá, esta é a Source Music.

Estamos fazendo um anúncio sobre a programação do LE SSERAFIM para o dia 20 de maio.

LE SSERAFIM não estará aparecendo no “Music Bank” da KBS2 (às 15h) ou participando do evento de autógrafos de fãs (às 20h) como originalmente programado para hoje.

Pedimos desculpas aos fãs que estavam esperando [para ver LE SSERAFIM].

Pedimos a compreensão daqueles que foram selecionados para participar da pré-gravação do “Music Bank”.

Além disso, planejamos realizar o evento de autógrafos de fãs por videochamada em um momento separado e forneceremos informações adicionais aos fãs selecionados para o evento em breve.

Por fim, divulgaremos rapidamente nossa declaração sobre as alegações contra o membro do LE SSERAFIM assim que terminarmos nossa análise.

Obrigada.

No início desta semana, uma foto de um documento que parecia ser um registro oficial de um comitê de violência escolar começou a circular online. O título do documento sugeria que se tratava de um aviso das medidas punitivas a serem tomadas contra o autor do incidente, que se chamava Kim Garam.

Em 19 de maio, o representante legal da suposta vítima no incidente (doravante denominada “Y”) divulgou uma declaração detalhada alegando que o documento circulante era real e que Kim Garam havia sido considerado culpado de violência escolar pelo comitê em 2018. .

O escritório de advocacia também afirmou que, embora “Y” não tenha sido um dos indivíduos que originalmente postou as fotos de Kim Garam online em abril, ela foi intimidada por amigos de Kim Garam e pessoas que ela não conhece online desde que HYBE fez sua declaração negando as alegações e alegando que Kim Garam havia realmente sido vítima de bullying. De acordo com o escritório de advocacia, os ataques online que se seguiram levaram “Y” a se tornar suicida e abandonar a escola, com sua mãe agora ao seu lado 24 horas por dia para garantir que ela não se machucasse. O escritório de advocacia acusou a HYBE de colocar a suposta vítima em uma segunda rodada de danos e alegou que, embora tenham tentado entrar em contato com a agência sobre o assunto e enviado as provas em questão no mês passado, não receberam uma resposta.

O escritório de advocacia pediu a HYBE que se desculpasse e alterasse sua declaração anterior sobre Kim Garam ser a vítima, afirmando que “Y” não estava interessada em dinheiro, mas queria que a verdade fosse revelada adequadamente e seu nome fosse limpo. Eles também afirmaram que, se HYBE não cumprisse, eles revelariam os registros completos do comitê de violência escolar e as mensagens cheias de palavrões que Kim Garam enviou à suposta vítima.

Ontem à noite, HYBE respondeu com uma declaração alegando que a descrição dos eventos do escritório de advocacia tinha sido unilateral e que eles divulgariam outra declaração depois que terminassem de examinar as alegações feitas.

Deixe seu comentário:

Peça sua música

Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Clique aqui e faça o seu Pedido de Música

Vídeo em destaque

Menu

Anuncie

Para anunciar na FM KPOP HITS entre em contato com o nosso Departamento Comercial: pelo whatsapp 61994056759

Curta no social

Whatsapp da rádio

Fale conosco via Whatsapp: +55 61 994056759
 radiosaovivo.net